sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O Misticismo do Alecrim


Nome Científico: Rosmarinus officinalis Officinalis e Rosmarinus officinalis Linn. ( as mais utilizadas, não confundir com ALECRIM-DO-CAMPO = Baccharis dracunculifolia, o mais comum no Brasil.)
família Labiadas
Nomes Populares - Alecrim, ro

smarino, alecrim-de-jardim, erva da recordação, erva-da-graça, erva-da- alegria, erva-mágica ou ainda erva-das-bruxas...
Partes utilizadas: as folhas e partes floridas.
Solo:-Ele cresce de forma nativa e espontânea nos países ao redor do mar Mediterrâneo, local de solos pedregosos e arenosos.
Habitat:-É encontrado no sul da Espanha, França, Itália, Grécia, Portugal, nas ilhas Canárias, Açores e Madeira. Também é encontrado no norte da África, sendo mais comum no norte do Líbano, Egito e regiões da Turquia. Hoje encontra-se praticamente em todo mundo.
Produtores:-Atualmente os principais produtores de alecrim são: Itália, Espanha, França, Tunísia e países da antiga Iugoslávia.

O alecrim sempre foi muito apreciado por suas virtudes aromáticas (erva forte da cozinha) e medicinais.( a partir da Idade Média) Emblema do amor e símbolo da saudade, o alecrim é considerado uma planta mágica contra mau-olhado.

O mágico alecrim cheiroso
O alecrim é uma planta cercada de misticismo.

Entre os povos grego e romano era tida como uma erva sagrada.

Os gregos a denominavam “flor por excelência”, e dela se serviam para entretecer suas coroas, com as quais cobriam a cabeça por ocasião de certas festas. O alecrim era queimado nos santuários da Grécia antiga e o seu fumo era utilizado na idade média para desinfectar e afastar maus espíritos. Nas escolas gregas eram usadas auréolas de alecrim nas cabeças das crianças para melhorar nos exames.

O seu cultivo era vulgar nos mosteiros da Europa desde a idade média. Foi companheiro dos portugueses nas Entradas e Bandeiras. Em muitas regiões de Portugal substitui a palma e a oliveira na festa religiosa do Dia de Ramos.

Aromatizando os vinagres e azeites
Na Itália era considerada proteção contra as bruxas. Os romanos, acreditavam que esta planta estava associada com o amor e juntamente com o cipreste associada a morte. É uma planta que desde tempos imemoriais tem sido objeto de muitas lendas. e por isso é que era plantada nas soleiras das portas, hábito que perdurou até a Idade Média.


O alecrim secando

Também os egípcios usavam o alecrim em seus ritos, visto que os túmulos têm vestígios da planta.
O verdor de suas hastes com muitas folhas era considerado como um símbolo de imortalidade.

Suas propriedades anti-sépticas também eram reconhecidas nos hospitais franceses, onde o alecrim era queimado durante as epidemias. No norte da França existe o costume de se colocar um ramo de alecrim nas mãos do defunto e depois plantá-lo sobre o seu túmulo.


Os mouros acreditavam que ele espantava as pragas e plantavam arbustos em seus pomares.
Até mesmo a Igreja Católica incorporou o alecrim em seus rituais, queimando-o em incensários desde a antiguidade. Na Igreja Ortodoxa, até hoje se utiliza seu óleo para unção.

Usada como incenso ou carregada como amuleto para atrair bons fluídos, principalmente em casamentos, e afastar mau-olhado, quebranto e inveja.( erva das benzedeiras ou erva das “bruxas”) Na Idade Média, era usada como defumador e fumigantes em dormitórios com pessoas enfermas.

A Planta

Alecrim, rosmarinos ou romero como os espanhóis o chamam, é um pequeno arbusto que pode atingir até 1,5 metro de altura. Mas, existem inúmeras variedades desde porte médio até os rasteiros, cuja cor das flores vai do branco puro até ao azul escuro, passando pelo rosa e azul claro.
Planta muito conhecida em praticamente todo o mundo, mas é na Europa onde o alecrim é muito utilizado.

No Caminho de Santiago é bem conhecida a receita de banhar os pés com o chá do “romero” para deixá-los mais fortes, resistentes e com a pele mais rústica, isto para suportar melhor as caminhadas de centenas de quilômetros.


A Mágica Planta-O ALECRIM
Denominação

O seu nome vulgar em português, contrariamente ao da maioria das línguas europeias, tem origem no árabe (Ikleel al-Jabal, Iklil al-Jabal) e difere do nome científico Rosmarinus, donde tem origem o nome vulgar da maioria das línguas. O nome em árabe significa ‘coroa das montanhas’.

A origem do nome rosmarinus (do latim ros – orvalho, marinus - do mar) = orvalho do mar, dado pelos romanos, virá provavelmente do fato da cor das suas flores evocar a cor do mar, ou ainda, como é também vulgarmente sugerido devido, ao fato de ser cultivado perto do mar. No Brasil, é comum as pessoas dizerem que a palavra alecrim vem de alegria...

Uso caseiro

O sabor das folhas e das sumidades floridas é intensamente aromático, canforáceo e algo picante. É usado em recheios de porcos, aves, carneiro e cabrito; sopas, ovos, carnes, frangos, peixes e molhos básicos. Usa-se ainda, fresco ou secos, para grelhados e assados de cordeiro e vitela; saladas, pudins, pães e biscoitos.


Alecrim dando sabor as frutas

Também é utilizada como condimento de queijos. Excelente para aromatizar vinagres e azeites, o alecrim é, também, muito utilizado na decoração de pratos.

É repelente natural de pragas caseiras, de moscas e borboletas. Colocada nos armários espanta as traças.

Comercial

É utilizada em perfumaria e cosmética (sabonete, desodorante e tônico capilar).


O Lilás-azulados das flores
USO MEDICINAL

As propriedades medicinais do alecrim são conhecidas desde a mais remota antigüidade.

Hipócrates ( pai da medicina) já a recomendava assim como os médicos árabes. Sua fama foi extraordinária na Idade Média e Renascença. O alcoolato de alecrim tornou-se famoso com o nome de “Água da rainha da Hungria” e fez furor na corte de Luís XIV. Era o medicamento preferido de Madame de Sevigné.

O Alecrim , sob o domínio do Sol , é uma planta que ama o calor e a vida. A sua utilização medicinal também é bastante vasta.

_Ele aquece e estimula o cérebro e o corpo, é ótimo como cardiotônico, estimulante, anti-reumático, atuando muito bem nas tendinite e dores e cãibras musculares.


Alecrim-Dando Sabor as carnes

_Resolve rapidamente dores de estômago e azias pois atua como digestivo limpando o fígado e a vesícula daí ser empregado nos casos de má digestão, aerofagia e catarros gastrintestinais.
_Portanto regulas as funções hepáticas, tem propriedades anti-sépticas e estimulantes mas, ao mesmo tempo calmante o que faz atuar nas insônias...
_ Restitui a energia dos cansados e também dos estressados por muito esforço mental por isso atua como anti-depressivo.


O Chá medicinal de Alecrim

_Também atua no sistema respiratório para resfriados, tosses, bronquites, e outros problemas respiratórios; é empregado também para combater as febres intermitentes e a febre tifóide.
_Para mulheres ajudar a descer a menstruação limpando o útero.
_Age sobre o sistema renal. É diurético.
_ Influenciando favoravelmente nos casos de debilidade circulatória, fortalecendo a circulação, o que pode ajudar na diminuição da celulite ou gordura localizada; e ainda atuar nas anemias.
_Usa-se a infusão de alecrim nos casos de erupção cutânea persistente, inflamada e de difícil cura. Os cardíacos podem usá-lo acompanhado de Sete Sangrias e Dente de Leão.


Oléo essencial de alecrim
_Usado externamente é bom para limpar feridas, principalmente de diabéticos e pessoas que tem dificuldades de cicatrização; nas lesões e queimaduras.

Seu óleo é usado nas dores reumáticas e no banho, sendo também parasiticida.

As recomendações medicinais do alecrim são verdadeiramente imensas.

Aromaterapia

O Óleo de Alecrim é um óleo que anima, alegra, combate a apatia, memória fraca e a melancolia. “Como erva das recordações” ajuda-nos a relembrar nosso padrão verdadeiro.

O campo de força de Luz azul violeta produzido pelo Alecrim confirma sua reputação dos tempos antigos como protetor psíquico e para ajuda no desenvolvimento da “Visão interior”.


Alecrim e sua flor lilás

Estimula a sensibilidade e reaviva o espírito lânguido.

O óleo essencial de alecrim é utilizado para dores musculares, reumatismo,artrite, prisão de ventre, tosse, sinusite, resfriado, bronquite, enxaqueca, deficiência de memória, cansaço.

Suas folhas emanam um aroma adocicado e penetrante, muito usado contra a fadiga física e mental, estimulante da concentração e afrodisíaca por isso é usado em travesseiros aromáticos.

COMO FAZER O CHÁ

Ferva um litro de água e ao levantar fervura desligue o fogo, jogue sobre a água fervente duas colheres de sopa de alecrim. Deixe amornar, coe e tome uma xícara quatro vezes ao dia.

USO ENERGÉTICO
O Alecrim é um "costurador do Plexo solar".
Ele restitui rapidamente a energia perdida, dá mais estrutura de trabalho aos que lidam muito com o mental racional, é uma das ervas que ajuda na depressão e estados permanentes de cansaço por problemas emocionais.

Rudolf Steiner, criador da antroposofia, afirmava (1918) que “o Alecrim é, acima de tudo, uma planta calorífera que fortalece o centro vital e age em todo o organismo.”

É uma erva que tonifica as pessoas e os ambientes. Agindo em conjunto com arruda, “segura” as energias de inveja, mau-olhado e fofocas.

Alecrim plantado no vaso
Na Idade Média eram colocados raminhos de Alecrim nas almofadas para afastar os maus espíritos.

Ajuda também muito as crianças com uma estrutura emocional passiva, as que não respondem de forma concreta às agressões da vida. Aumenta a capacidade de aprendizado. É a planta chave da falta de auto estima.

Atua nos desconfiados, nos que não acreditam em si mesmos, nos que não têm coragem de se lançar em novos projetos; é a erva da juventude eterna...É A ERVA DA CORAGEM.

OUTROS USOS
- O alecrim também pode ser encontrado em Tintura-mãe.
- O chá forte de folhas de Alecrim é ótimo para se enxaguar os cabelos. Além de ser cicatrizante, dá brilho de novo aos cabelos, e deixa-os muito mais escuros
- Compressas com chá forte de alecrim são ótimas para celulite.
- Essas compressas também melhoram muito as dores de estômago.
- O escalda pés de Alecrim tira todas as energias negativas acumuladas durante o dia.


A "Mágica" vassoura de alecrim

USO “MÁGICO”

_O Alecrim combate os invejosos!
_


Os antigos curandeiros usavam o alecrim em encantamentos de adivinhação, de proteção, de amor e de curas em geral; para ajudar nos estudos.
_ Lavar as mãos com uma infusão de alecrim diziam, “substitui um banho de purificação.”
_“Beba um chá de alecrim antes de fazer um exame ou uma entrevista para ter a mente alerta.”

O chá de alecrim é ótimo para trazer o ânimo de volta.

“Está ligado a fidelidade, amor, lembranças felizes. O cheiro de alecrim mantém a pessoa alegre, é um símbolo de amizade.”(tirado de livros e texto antigos)

O saboroso Pão de Alecrim

_ Já Shakespeare o referiu em Hamlet – “Eis Alecrim, isto é para a memória”.
O uso do Alecrim na cozinha e como remédio é então muito antigo, era muito usado por Curandeiros e benzedeiras de diversos lugares e países, por isso ficou conhecido como “erva forte da cozinha” ou “erva das bruxas” embora depois da inquisição tenha sido “adotado” pela igreja católica e usado nos incensários...mas, segundo a história, as religiões já fazia uso dele desde a antiguidade...

Assim é que um banho e ou uma boa xícara desta "erva-mágica” Revigora o Corpo e Alegra a Alma.
E então:_Vai um “chazinho de alecrim” ai ?


O Chá de Alecrim que alegra a vida!

http://www.luminariasiluminare.com.br/
http://iluminareluminariascontemplativas.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Seguidores