sábado, 31 de agosto de 2013

Açúcar mascavo benefícios e malefícios


1) O que é o açúcar mascavo?
O açúcar mascavo tradicional é um alimento obtido diretamente da concentração do caldo de cana recém-extraído. Este processo elimina o uso de aditivos químicos para o processo de branqueamento e clarificação. Sua cor pode variar do dourado ao marrom-escuro, em função da variedade e da estação do ano em que é a cana é colhida.

2) Qual a diferença entre açúcar mascavo e açúcar refinado (composição química, quantidade de carboidratos, composição nutricional, calorias)?
 Composição
Refinado 
Mascavo 
Calorias (cal)
387
376
Carboidratos (g)
99,9
97,33
Vitamina B1 (mg)
0
0,01
Vitamina B2 (mg)
0,02
0,01
Vitamina B6 (mg)
0
0,03
Cálcio (mg)
1
 85
Magnésio (mg)
0
 29
Cobre (mg)
0,04
 0,3
Fósforo (mg)
 2
 22
Potássio (mg)
 2
 346
3) Existe algum benefício no consumo de açúcar mascavo, em substituição ao açúcar refinado?
O açúcar de mesa passa por um processo de refinamento. O açúcar mascavo, por não passar pelo mesmo processo, mantém as vitaminas e sais minerais da cana-de-açúcar. Apesar disso, a diferença calórica e de grama de carboidratos não são tão significativas, como mostra a tabela acima.

4) A pessoa com diabetes pode consumir açúcar mascavo? Que cuidados devem ser tomados?
Pessoas com diabetes podem, sim, consumir o açúcar mascavo, desde que sua quantidade seja computada como valor calórico e gramas de carboidrato, pois é igualmente absorvido e eleva a glicemia a patamares similares ao açúcar comum.
5) A glicose do açúcar mascavo eleva a glicemia mais rapidamente do que o açúcar refinado?
Não existem estudos baseados em evidências que confirmem essa afirmação. Logo, todas as pessoas com diabetes que preferirem utilizá-lo deverão usar as mesmas recomendações que receberam para o açúcar comum.
6) A diferença de nutrientes entre os dois tipos de açúcares traz algum benefício para quem consome? Quais?
Podem ser observadas diferenças quanto às fontes de cálcio, magnésio, fósforo e potássio, que são maiores no açúcar mascavo. Porém, isso não sugere que pessoas com diabetes tenham que preferir o açúcar mascavo, pois o que deve ser considerado nessa opção são os valores de calorias e de gramas de carboidratos que vão interferir na glicemia.
As necessidades destes minerais podem ser supridas com outros alimentos que não contenham valores tão altos de calorias e de carboidrato. Para tanto, uma consulta com o profissional nutricionista seria relevante. Assim, é possível conhecer como seria uma alimentação quantitativa e qualitativamente adequada para cada caso, em relação a fontes de energia, carboidrato, gorduras, proteínas, vitaminas e sais minerais, para viver de forma saudável.
É importante  nessa relação eles se equivalem.observar que o açúcar mascavo adoça igualmente ao açúcar comum. Entretanto, o que importa é o teor de sacarose (carboidrato) que contêm  e nessa relação eles se equivalem.
Ao contrário do que geralmente se imagina, o açúcar mascavo não deve ser utilizado por diabéticos como um substituto para o açúcar comum, uma vez que ele é absorvido pelo corpo da mesma maneira que o açúcar branco, elevando a glicemia da mesma maneira. O principal benefício para quem consome açúcar mascavo é um ganho quanto a vitaminas e minerais, entretanto, o que interfere na glicemia são as calorias e os carboidratos, portanto, ao consumir açúcar mascavo o diabético deve utilizar as mesmas instruções quanto ao consumo de açúcar. Entretanto, a necessidade que nosso corpo tem de vitaminas e minerais podem ser supridas com alimentos que não tem tanto açúcar e carboidrato, como frutas e verduras.
Agora, se você não é diabético, substituir o açúcar refinado pelo açúcar mascavo é uma boa opção, pois apesar de conter quase as mesmas calorias e carboidratos do açúcar refinado ele deixará sua dieta mais rica em minerais e vitaminas.
Como vimos, o açúcar mascavo na verdade não traz nenhum malefício à saúde, você deve somente se atentar ao fato de que ele não deixa de ser um açúcar, portanto fonte de glicose, devendo ser consumido moderadamente.



O poder terapêutico do suco de laranja


A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que todas as pessoas devem ingerir mais de 400 gramas de frutas, verduras e legumes diariamente.
A ingestão de frutas está fortemente relacionada à redução do risco de doenças crônicas, principalmente cardiovasculares, e o suco de laranja contém as substâncias da fruta que são benéficas à saúde.
O consumo de suco de laranja não dispensa tratamentos médicos e a adoção de uma dieta equilibrada. Entretanto, o suco de laranja é rico em vitamina C, duas vitaminas do complexo B (folato ou ácido fólico e tiamina), beta-caroteno, fibras, potássio e flavonóides.
Vitamina CA vitamina C torna o organismo mais resistente às infecções, possui propriedades cicatrizantes, auxilia o organismo a absorver o ferro de outros alimentos, combater estresses e alergias, diminuir as taxas de colesterol e o risco de alguns tipos de câncer.
Flavonóides
Os flavonóides são substâncias atuam como anti-oxidantes e podem diminuir o LDL (colesterol ruim) e aumentar o HDL (colesterol bom). Além disso, pesquisas recentes mostraram influência positiva dos flavonóides no metabolismo de lipídios.
Beta-caroteno
O beta-caroteno, por sua vez, possui alto poder antioxidante e contribui para a prevenção de câncer, infarto e outras doenças.
Potássio
O potássio é importante para o funcionamento dos nervos e alguns estudos mostram que ajuda a reduzir o risco de hipertensão.
Fibras
A ingestão de fibras proporciona diversos benefícios, entre eles a redução do colesterol total e triglicerídeos, aumento da sensação de saciedade, melhora no funcionamento intestinal e prevenção de doenças como diverticulite e câncer de cólon.
Prevenção de cálculos renaisSegundo pesquisadores do UT Southwestern Medical Center, a ingestão diária de um copo de suco de laranja pode prevenir a recorrência de cálculos renais de maneira mais efetiva que outros sucos de frutas cítricas. Esse estudo foi publicado no Clinical Journal of the American Society of Nephrology, e mostrou que nem todos os sucos de frutas cítricas ajudam a prevenir a formação de cálculos renais da mesma forma.
O citrato de potássio é um dos medicamentos indicados para o tratamento, entretanto alguns pacientes podem não tolerar os efeitos colaterais do mesmo, e nesse caso é recomendado incluir na dieta alimentos ricos em citrato, como o suco de laranja.
Exercícios físicos e suco de laranjaA pesquisadora Nancy Preising Bonifácio, em suas teses de mestrado e doutorado realizadas na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP-Araraquara (SP) sob orientação da Profa Dra. Thais Borges César, concluiu que o suco de laranja associado a exercícios físicos pode ser aliado na prevenção de doenças cardiovasculares, entre outros benefícios.
A pesquisa de mestrado mostrou que mulheres que ingeriram 500ml de suco de laranja antes dos exercícios tiveram uma menor concentração de ácido lático no sangue comparado ao grupo que não ingeriu o suco. Isso significa que o grupo que ingeriu suco apresentou menor fadiga corporal. Além disso, essas mulheres tiveram um aumento de 18% no colesterol bom e redução de 15% no colesterol ruim.
No caso dos homens, a pesquisa de doutorado mostrou que também houve redução nos níveis de colesterol total e LDL (o colesterol ruim).
Estudos realizados na Universidade de Harvard também mostraram que o consumo de um copo diário de suco de laranja favorece a redução do mau colesterol e aumento do bom.



sexta-feira, 30 de agosto de 2013

MÉDICO PROMOVE A SAÚDE E A CURA DE DOENÇAS ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO VIVA

Você já parou para pensar que pode substituir a doença e o desânimo por uma saúde integral?

Que você pode trocar os hospitais por um entardecer perto de uma horta orgânica, colhendo seus próprios alimentos e elaborando dietas que curam ?

321_290_full.jpg (700×466)
O DNA dos alimentos vivos é a chave para manutenção da saúde integral humana

Sim, este é um sonho possível. Um projeto implantado e realizado pelo médico Dr. Alberto Peribanez, um dos palestrantes do III Simpósio de Saúde Quântica e Qualidade de Vida, que acontece nos dias  13, 14 e 15 de setembro de 2013 no Palácio de Convenções Anhembi - SP. O médico que trocou o microscópio pelo liquidificador.
O Dr. Alberto Peribanez é médico formado pela Universidade de Brasília, fez mestrado e doutorado pelo Instituto de Pesquisa Cirúrgica da Universidade Ludwig Maximilian de Munique, Alemanha. 
Ele trabalha no Sistema Nacional de Saúde Brasileiro e promove, pelo mundo todo, cursos e workshops focados na alimentação natural, tais como cura para as doenças crônicas e degenerativas da humanidade.
No Brasil, o doutor tem sido convidado por prefeituras de norte a sul, universidades e hospitais, para eventos e formações complementares.
É uma fígura presente em programas de rádio e televisão no Brasil para falar sobre a importância da alimentação viva para a saúde integral.
Alimentação Viva, uma combinação ôrganica de frutas, sementes e folhas.

É autor do best seller "Lugar de Médico é na Cozinha", um livro com base na extensa pesquisa científica que mostra que a chave para a saúde está nos alimentos da horta e do pomar manuseados dentro da sua própria cozinha. 


Algumas iniciativas de Alberto
Em meio a mata Atlântica, numa cidade do interior de São Paulo, em um galpão, sua idéia é produzir alimentos saudáveis, como pães, leites vegetais, frutas desidratadas, suco verde, entre outros. Mas tudo orgânico, com intenção de atingir tanto a população em geral quanto a merenda escolar.
A idéia é valorizar os pequenos produtores rurais e assim estimulá-los a produzir com qualidade. A distribuição não visa o lucro abusivo, mas sim o melhor preço pago ao distribuidor, o que melhora também o custo do consumidor.
Além disso, neste projeto serão promovidas palestras, a exibição de filmes e a realização de oficinas de sustentabilidade. 

Festival Culture of life
Outro projeto em destaque do doutor é o Festival Culture of Life que será realizado no interior de São Paulo, de 17 até 21 de setembro de 2013. O evento contará com a marcante presença do Dr.  Alberto Peribanez em parceria com Dr. Gabriel Cousens, que segundo Alberto é um pioneiro da medicina contemporânea e está dando um salto quântico. O doutor Peribanez o compara a Osvaldo Cruz, um famoso médico brasileiro pioneiro nos estudos de moléstias tropicais e na medicina experimental no Brasil. A imersão deste projeto terá um curso intensivo de 5 dias, com conteúdos teóricos e práticos sobre Nutrição Consciente.

Parceiro do Dr. Alberto Peribanez no Festival, este é o  Dr. Gabriel Cousens, Doutor em Divindade, também palestrante do evento.
Para saber mais, acesse o site:
http://www.despertandoseupotencial.com.br/
Sobre alimentação e doença
Alberto constatou que a alimentação contemporânea é baseada em amido, açúcar, laticínio e carne. Segundo o médico, esse é o eixo insulínico, isto é, a alimentação que faz uso de insulina em excesso. Esse excesso faz com que os fatores inflamatórios também aumentem o que pode levar a inúmeras doenças.
Além disso, a base dessa alimentação não possui antioxidantes, fitoquímicos, vitaminas, enzimas e mineralizantes que mantenham a epigenética (campo da biologia que investiga a informação contida no DNA) estáveis.
O excesso de açúcar causa um impacto no epigenoma, ou seja, alguns gens não se expressam, o que gera a falta de insulina e proteínas fundamentais na manutenção do metabolismo.
Muitas pessoas não tem o conhecimento de que os alimentos que demandam mais insulina são os laticínios e gorduras animais.
Segundo o doutor, essa é a cultura da morte que se baseia no excesso de sedentarismo, no ato de ingerir refrigerante, bolachas, salgadinhos, pesticidas e agrotóxicos. Isso faz com que as pessoas estejam cada vez mais distantes da natureza.
Isso sem falar nos transgênicos aonde o DNA da bactéria que produz toxinas capazes de matar a lagarta que ataca as plantações é implantada no alimento.  Tão sério esse caso que quando a lagarta morde qualquer parte do alimento ela morre.
Imagine agora o que isso pode causar ao ser humano?

Não é necessário imaginar. Já sabemos os danos que os transgênicos causam.  Alteram o ecosistema fazendo com que o solo perca a biodiversidade.
Inúmeros são os países que proíbem o uso dos agrotóxicos, inclusive, o Peru.

Alimentação e saúde
Em alguns de seus programas para cura de diabetes, baseado nas pesquisas também do Dr. Gabriel Cousens, são usados o suco verde que é uma alimentação rica em carboidratos complexos, lipídios, proteínas e nozes. O que causa um impacto epigenético.
320_290_full.jpg (700×466)
Esse impacto é recebido pelo paciente pela falta de laticínio, carne, amido, gluten e gordura hidrogenada. Depois disso, vem outras fases.  A primeira fase e é uma dieta mineralizante.
Com esses conceitos, o Dr. Alberto nos mostra que não precisamos de açúcar para nos sentirmos felizes. A chave é alimentarmos nossa alma com experiências prazerosas, experiências espirituais como a meditação que nos ajuda a termos um genoma mais resistente.
A alimentação viva não é uma alimentação que deve ser utilizada apenas para curar doenças, mas sim na manutenção da saúde.
Saúde e Paz
Segundo Dr. Alberto, "Saúde e Paz são a mesma coisa. A saúde é a paz com suas células, com seus pensamentos e com suas atitudes. Manter-se pacífico e saudável implica em um novo alinhamento com os blocos de construção de nossos corpos - os alimentos - e com a teia que forma nossa alma, que são nossos pensamentos e sentimentos. A verdadeira Saúde funde-se com a Paz, em nossas relações familiares, de trabalho, em nossas comunidades e em consonância com nossa cultura. No momento que percebemos o estado sublime de Paz com a Natureza e com o Pai criador, regressamos novamente ao silêncio de nosso mundo interno, onde todo o ciclo recomeça... a saúde é branca, a paz é branca. Ambas formam as asas da pomba da Paz. Nisto reside a principal relação e a fusão entre a ciência e a espiritualidade", conclui o médico.



quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Liberdade Be Yourself



Bastaria às pessoas serem mais sinceras e verdadeiras e mostrar quem são  e o que realmente pensam sem medo de serem aceitas ou não.
Monogamia acha muito interessante quando as 2 pessoas realmente creem nisso e vivem conforme esta crença mas por opção e não pela monogamia que é gerada  pelo medo
mas ter uma relação desse tipo só por que a sociedade ocidental diz que é certo é um erro , essa historia de quem ama , não tem desejos por outras pessoas é ilógico
Vendo de outro angulo chega ser muito egoísmo, vc querer ter a pessoa só pra você prender uma pessoa por causa do seu desejo.
Acho que muitos sofrimentos muitos dos carmas vem dessa visão egoica de relacionamentos e seguindo essa linha todo sofrimento vem do apego ninguém pertence a ninguém somos livres nas escolhas de cada dia
Se o sofrimento vem do apego seria muita mais fácil se as pessoas em vez de se preocuparem ou se sentirem vazias por que não acharam o “amor da sua vida” se preocupassem em descobrir o amor próprio
Em primeiro achar uma pessoa que fosse amiga e companheira que tivessem objetivos e planos de vida pros dois crescerem e evoluírem juntos
Ao invés disso devido a grande carência e falta de amor próprio as relações são baseadas no outro e na ideia se ele me ama tem que viver só pra mim, olhar só pra mim, ir pra cama só comigo ,
No meu ponto de vista a traição so acontece quando a pessoa se anula e ela mesmo se trai , quando não há dialogo e   quando não são  esclarecido certos pontos
E hora de largar a hipocrisia e enxergar que as pessoas são livres e amor só dura com liberdade
Se não tem liberdade, ai sim vê que não há amor, o que há e o comodismo e da carência que a humanidade esta passando nesse momento as pessoas estão tão carentes que preferem fingir o que não são sós pra ter alguém do lado se anulam e esquecem-se da sua essência, então não é difícil ver pq tantos relacionamentos não dão certos e pq o amor acaba e no fim são gerados magoas e sofrimentos e carmas
As pessoas deveriam se perguntar  por que mantém por tanto tempo os relacionamentos de amizade , e os relacionamentos  não duram tanto tempo assim?
 Isto é porque com amigos  há uma permissão e um respeito pela individualidade do outro.

Já dizia Raul amor so dura em liberdade ciúme e so vaidade, pois quem gosta de maçã ira gostar de todas....

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

IOGURTE NATURAL E SEUS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

No iogurte natural encontramos em um centímetro cúbico 600 a 800 milhões de lactobacilos, são seres vivos invisíveis, em forma de flor, que se reproduzem na temperatura ideal dos intestinos. O iogurte não é um simples leite que fermentou, onde os lactobacilos se multiplicaram: ele é rico em fibras e é uma fábrica de vitaminas de vital importância, é ainda rico em probióticos, bactérias envolvidas na produção de gamainterferon, substância com ação antiviral, e imunoglobulinas, moléculas liberadas pelas células de defesa para combater invasores, e também favorece a absorção de nutrientes de outros alimentos. Em sua composição encontramos: proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas: A, B1, B2, B3, B6, B12, C, D, minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, zinco, ferro, sódio. biotina, ácido pantotênico, ácido fólico, colina, inositol, ele não contém glúten.
O iogurte origina-se da ação de três tipos de bactérias:
Lactobacillus bulgaricus: transforma o sabor doce do líquido em ácido.
Streptococcus acidophilus: atua sobre a lactose, transformando-a em ácido láctico.
Streptococcus termophilus: faz o iogurte ficar cremoso.
Essas três espécies de bacilos proporcionam um reforço alimentar, regularizam o processo digestivo e imunizam o corpo contra as infecções.O consumo constante de iogurte natural em sua dieta diária, poderá no decorrer do tempo alterar também suas preferências pelos alimentos, fazendo-o abandonar os produtos industrializados, açucarados, compulsão por doces, desprovidos de fibras, como os pães comuns (branco), pastéis, batatas fritas, sanduíches comerciais, refrigerantes, chocolates. Com certeza, aos poucos você passará a adotar os alimentos saudáveis, que irão ficar ainda mais gostosos com o hábito de beber um copo de iogurte diariamente.No iogurte natural encontramos os bacilos acidófilos, essas bactérias destroem o ácido úrico, eis a razão que recomendo a utilização do iogurte natural, para aquelas pessoas que sofrem com problemas do ácido úrico e gota.Quero aqui destacar outro aspecto que a nutrição incorreta é responsável, me refiro agora ao surgimento de alergias. Parece que uma coisa não tem a ver com a outra, mas a verdade é que os alimentos industrializados e empobrecidos fomentam a reprodução da flora intestinal maligna que, entre outras desvantagens, produz a histamina, substância causadora de alergias. É uma substância cristalina e branca, encontrada nos tecidos animais e vegetais, que se forma por meio de bactérias que provocam a putrefação.
Entretanto, a histamina é, também, um estimulante da secreção gástrica, sendo utilizada pela medicina para se obter vasodilatação. Porém, o aumento de seus índices gera as incômodas alergias. E isso pode ser observado em qualquer bula de medicamento para combater alergias: os remédios utilizados sempre possuem um agente anti-histamínico. Que tal prescindir desses remédios, com sua dose diária de iogurte?
Felizmente, as bactérias do iogurte eliminam esses sintomas, pois bloqueiam a formação dessas substâncias.
Passe a fazer uso diário do iogurte natural, introduza-o na sua alimentação diária, ele alimenta e não engorda. Para os que não gostam do seu sabor ácido, saiba que o iogurte perde a sua acidez quando a ele adicionamos um pouco de noz moscada, mel ou uvas passas.


Lembre-se: o certo é consumir o iogurte caseiro, eles estão desprovidos de substâncias químicas, e não são pasteurizados.

Este receituário com iogurte natural foi desenvolvido pelo fitoterapeuta e trofoterapeuta Hilton Claudino.

COLESTEROL ALTO:
Controla os índices de colesterol que causam a arteriosclerose, pode ingerir 2 a 3 copos por dia puro ou adicionar uma colher (sopa) de aveia em flocos.

ÁCIDO ÚRICO E GOTA:
As bactérias acidófilas presentes no iogurte devoram o ácido úrico. Ingerir 2 a 3 copos durante o dia, pode ingerir puro ou com uvas escuras

INTESTINO PRESO:
Bater no liquidificador 1 copo de iogurte, uma colher (sopa) de Sementes de Linhaça,  adicione uma  fruta como:  ameixa, mamão, tamarindo, etc., ingerir 1 a 2 copos por dia.

OSTEOPOROSE:
Ingerir iogurte misturado com uma colher (sopa) da farinha da casca de ovo, 6 unidades de uvas passas pretas e uma colher (sobremesa) de gergelim preto.

EM REGIMES PARA EMAGRECER:
Iogurte com morango alimenta e não engorda, imprescindível em regimes para emagrecer.

MEMÓRIA FRACA:
Bater no liquidificador 1 copo de iogurte, adicione a polpa de uma pêra com a casca, uma colher (sopa) de gérmen de trigo (cru ou tostado) e 6 gérmen das sementes de abóbora seca (o gérmen encontra-se dentro da semente).

TÔNICO CEREBRAL:
1 copo de iogurte com 3 unidades de Nozes, ingerir diariamente.

ESTIMULANTE e TÕNICO da MEMÓRIA, AUMENTA a CAPACIDADE DE APRENDIZADO, FACILITA DESENVOLVER NOVAS HABILIDADES, ANTI-STRESS.
- 1 copo de Iogurte natural.
- 1 colher (chá) da planta Nó de cachorro (em pó)
- 1 colher (sopa) de Aveia em flocos.
- 1 colher (sobremesa) de Mel (diabéticos não fazer uso)
- 1 colher (sopa) de Gérmen de trigo (cru ou tostado)
- 1 Fruta, exemplo: maçã da casca vermelha ou em média 120 gramas de ameixa preta, amora, framboesa, morango, cereja, uvas pretas ou roxas, abacate.
Cuidado com o abacate devido seu alto valor calórico. Pode alternar o consumo das frutas. Bater tudo no liquidificador e ingerir pela manhã imediatamente, sobras inutilize. Pode fazer uso por um prazo entre 30 e 60 dias.

DOENÇA DE ALZHEIMER:
Iogurte com mamão papaia.

DEPRESSÃO:
Iogurte com banana, a banana é rica em triptofano que no nosso organismo se transforma em serotonina (hormônio da alegria e do bem estar), e uma colher (sopa) de gérmen de trigo (cru ou tostado).

HORMÕNIOS (para o organismo manter e produzir).
Ingerir um copo de iogurte por dia com uma colher (sopa) de sementes de linhaça (bater bem até triturar)

CRESCIMENTO (crianças).
Ingerir no  período da manhã: iogurte com a fruta cupuaçu, e uma castanha do Pará.

RETARDAR O ENVELHECIMENTO E PELE JOVEM.
Ingerir iogurte com mamão e algas marinhas, um a dois copos por dia. A alga marinha é rica em nutrientes como:
- clorofila eficaz para desintoxicação do organismo.
- Ferro: essencial para a composição do sangue.
- Vitaminas B12 e D.
- Ácido fólico: essencial na formação e maturação de glóbulos vermelhos e brancos do sangue


Beneficios do Pão Integral

Para a maioria dos brasileiros, comer pão é um hábito diário, principalmente no café da manhã. Embora o conhecido pãozinho ou pão francês seja o preferido da população, especialistas ressaltam que o pão integral é o que traz mais benefícios. As fibras contidas nesse tipo de alimento aumentam a sensação de saciedade e ajudam no funcionamento intestinal. Além disso, diferente dos refinados, os grãos inteiros possuem várias vitaminas importantes para o nosso organismo.
. “As fibras são carboidratos que resistem à digestão do organismo, que são muito pouco digeridos. Então, elas são excretadas pelas fezes em sua grande maioria e elas geram um grande benefício para a função intestinal e colabora para a prevenção de doenças intestinais do tipo constipação, as diverticulites e até mesmo o câncer de intestino, de cólon, de reto” a ingestão diária de fibras pode prevenir doenças como: câncer de mama e de próstata, diabetes, obesidade, além de doenças cardiovasculares.De acordo com a nutricionista, a recomendação internacional de ingestão de fibras é de 30 gramas por dia. Duas fatias de pão integral correspondem a aproximadamente 10% da necessidade diária. Ela dá dicas de quais outros alimentos podem compor essa necessidade. “Nós temos fibras alimentares em frutas e vegetais. Nós temos também no grupo de alimentos chamado de leguminosas, que é o grupo composto pelo feijão, pela lentilha, pelo grão de bico. E dos cereais, os carboidratos, no caso os integrais. E onde nós não encontramos fibras alimentares são nas fontes animais do tipo carnes, leite e ovos.”

Pão integral, Pão de iogurte com cereais,Pão de soja com girassol, Pão de espinafre, Pão australiano, Pão multigrãos, Pão de ervas finas, Pão com castanha nozes e mel, Pão de linhaça, Pão multigrano light, Pão multicereais,Pão de sal integral,Torrada integral todos de produção da padaria.
Intestino preso Para quem tem intestino preso, as fibras, com o processo mais lento de digestão são grandes aliadas.  Mas é importante lembrar que é preciso tomar água para ajudar.
Diabetes
O pão integral também é recomendado para quem tem diabetes: a quebra do carboidrato presente no pão – tendo como um dos produtos finais o açúcar – é igualmente mais lenta, resultando em um controle maior da glicemia (açúcar no sangue).
Por isso, a nutricionista aconselha não ficar tão preso à quantidade de calorias que está ingerindo, mas sim à qualidade do alimento.
Pão com grãos
Há vários tipos de pães no mercado que, além de integrais, vêm com outros grãos como a aveia, a linhaça, o gergelim ou a semente de girassol. Segundo a nutricionista Dâmaris Cortez, estes grãos trazem ainda mais benefícios ao organismo.
“O gergelim é rico em cálcio e a linhaça, em ômega 3″, explica. O ômega 3 eleva o colesterol bom, o HDL. A semente de girassol, por sua vez, tem ômega 6 e 9, que também ajudam a elevar o HDL. “A aveia tem substância betaglucana, que ajuda a combater o colesterol ruim.”



terça-feira, 27 de agosto de 2013

Alimentos antioxidantes para a saúde

alimentos-antioxidantes-1.jpgTHINKSTOCK
O corpo humano sofre, diariamente, com a ação dos radicais livres, que são o produto final de algumas funções desempenhadas pelas células. Eles são liberados na forma de elétrons modificados, que podem reagir com outras estruturas do corpo, provocando o envelhecimento, doenças cardiovasculares e até mesmo o câncer. Para combater o excesso dos radicais livres, o corpo precisa da ajuda dos antioxidantes.
O que são antioxidantes
Todos os alimentos naturais, como frutas, legumes, hortaliças e cereais são considerados antioxidantes. Essa propriedade se deve à imensa quantidade de vitaminas, minerais e nutrientes presentes nessa alimentação. Além de combater os radicais livres, os antioxidantes deixam a pele e os cabelos mais bonitos, regulam as funções do corpo e melhoram a saúde de modo geral.

Alimentos

alimentos-antioxidantes-2.jpgFrutas cítricas

Elas melhoram a imunidade, protegem o corpo contra gripes e infecções e são benéficas aos olhos, cabelos e unhas. Os cítricos são ricos em vitamina C, vitamina A e flavonoides, que blindam as células do corpo contra doenças, além de terem ação bactericida e antialérgica.

alimentos-antioxidantes-3.jpgLinhaça

A linhaça é a semente do linho, e é extremamente nutritiva. Ela é rica em Ômega 3, Ômega 9, Ômega 6 e fibras. Atua nos rins eliminado o excesso de sódio e colaborando para a saúde dos órgãos. Ela também tem efeitos diuréticos, ajudando a aliviar os sintomas pré-menstruais. A linhaça pode ser consumida em saladas, shakes, vitaminas e saladas de fruta.


alimentos-antioxidantes-4.jpgSuco de uva integral

Ao contrário dos sucos industrializados, o suco de uva integral não recebe conservantes, ou corantes, e é feito com todas as partes da uva. Além de ser muito gostoso, ajuda prevenir doenças do coração, aumenta a imunidade, emagrece e reduz as quantidades de radicais livres no corpo.


alimentos-antioxidantes-5.jpgAzeite de oliva

Poderoso aliado da beleza, o azeite de oliva ajuda a combater o envelhecimento da pele. Têm propriedades anti-inflamatórias,antioxidantes e é rico em ácidos graxos, que reduzem o colesterol ruim.
Você sabia que o chocolate também é um alimento antioxidante?



Nutrição Solar

Por Flávio Passos


O desenvolvimento de nossa civilização certamente nos trouxe muitos benefícios e confortos, mas também, como já é de conhecimento comum, severas consequências. Uma das mais significativamente detrimentais à saúde do corpo, da mente e da consciência é sem dúvida a quantidade de tempo que passamos em ambientes fechados, distantes da luz do sol.
Estudos recentes comprovam aquilo que muitos já desconfiavam: a exposição ao sol não causa doenças, nem mesmo o câncer de pele (até hoje não foi registrado um único caso de câncer de pele em populações nativas, aquelas que a cada dia realizam a maior parte de suas atividades sob os raios dourados). O que pode acontecer é uma mutação do tecido epitelial causada pela reação dos raios solares com substâncias artificiais presentes no organismo, as quais podem ter sido ingeridas através de alimentos artificializados ou assimiladas de cosméticos com elementos químicos inadequados.
Embora os meios de comunicação tradicionais se esforcem em nos convencer do contrário, o fato é que quanto mais nos distanciamos do sol, mais debilitamos nossa qualidade de vida. O assunto do momento no meio especializado é a Vitamina D, aquela sintetizada pelo organismo quando este se expõe aos raios solares do tipo UVA, e as implicações causadas pela deficiência desta. Um dos elementos essenciais para o funcionamento adequado do sistema imunológico, da assimilação de cálcio pelos ossos e diversas outras funções, a vitamina D foi detectada em níveis muito abaixo dos recomendáveis em cerca de 80% da população herdeira da cultura ocidental, incluindo crianças.
O PHD Joseph Mercola afirma que, dentre todos os fatores que exercem um efeito decisivo na prevenção e tratamento do cancer, a presença de quantidade suficiente de Vitamina D no organismo é a mais significativa. Nutricionistas especializados e médicos conscientes tem recomendado o uso de suplementos de Vitamina D3 por todo aquele que não passa ao menos 2 horas de seu dia sob a luz do Astro Rei. E com um mínimo de roupas cobrindo a superfície da pele. Se esta prática não se encaixa em seu estilo de vida atual, considere um suplemento de Vitamina D3 de boa procedência. Ou um ajuste de seu estilo de vida.
A participação na síntese da vitamina D é apenas um dos fatores através dos quais o sol contribui para a Saúde. São comprovados os efeitos benéficos da luz solar sobre as funções cognitivas e ao equilíbrio psico-emocional, incluindo-se o bom-humor e à própria alegria. O sol não é apenas essencial para a vida, mas amigo dela também.
Assim sendo, não se deve fugir do sol e proteger-se deste a todo custo, mas conscientemente alimentar-se de sua luz em todos os sentidos. Inclua em sua dieta diária uma generosa e farta porção diária daqueles alimentos especiais que através da fotossíntese capturam a luz do sol em seu interior, combinando-a com diversos elementos e sintetizam vitaminas e enzimas especiais. Refiro-me às folhas verdes comestíveis.
Graças aos esforços de diversos educadores de saúde, o suco verde já é conhecido por milhões de pessoas como uma importante ferramenta de saúde. Uma bebida simples, fácil e acessível, de preparo rápido e sabor agradável que traz diversos benefícios à saúde e que é a maneira mais fácil de se ingerir o potencial nutritivo e medicinal das folhas verdes na dieta diária.
Um dos fatores nutricionais exclusivamente obtidos através do consumo de folhas verdes é a Vitamina K. Até recentemente vista como meramente útil para a coagulação sanguínea adequada, a importância da Vitamina K foi recentemente enaltecida como essencial para diversas funções. Uma delas, de acordo com oAmerican Journal of Clinical Nutrition, é a prevenção do cancer. Neste ultimo mês, este instituto publicou um estudo que revela 30% na redução de taxas de mortalidade por cancer em organismos com presença de quantidades significativas de vitamina K, especialmente quando esta está associada à níveis saudáveis de vitamina D, pois ambas trabalham sinergisticamente.
Como a maior parte das pessoas praticam dietas deficientes em vegetais, especialmente folhas verdes e frescas em quantidade suficiente, a adição de um copo diário de suco verde se faz importante. A seguir, uma receita simples, fácil e deliciosa para você banhar o interior de seu corpo com a luz dourada do sol, transformada em verde pela planta.
Suco de Maçã, Manjericão, Salsa e Cardamomo
Ingredientes:
3 Maçãs Gala Pequenas, apenas lavadas e cortadas em quatro.
1 Xícara de Folhas de Manjericão
1 Xícara de Folhas de Salsa
2 Bagas de Cardamomo e/ou 1 cm de Raiz de Gengibre.
Preparo:
Passe todos os ingredientes em um juicer ou centrífuga ou liquidifique com água de coco (neste caso coando a fibra para obter um sumo leve).
Beba imediatamente, 5 minutos antes do almoço. Observe como os elementos do suco ajudam na digestão do almoço, conferindo-lhe uma sensação de leveza mesmo de estômago cheio.



Propriedades e estudos comprovados da Aloe Vera

O Lírio do Deserto: Aloe Vera na história da humanidade


Estudiosos apontam que a origem da Aloe se deu na África, sendo atualmente encontrada com facilidade em qualquer lugar de nosso planeta. Hoje são incontáveis os produtos, sejam medicinais ou cosméticos, que a utilizam em sua composição.
A Aloe Vera, conhecida também como a “planta da imortalidade”, e “lírio do deserto”, também já foi muito utilizada por civilizações antigas. A babosa era transportada pelos soldados do exército de Alexandre o Grande para ser utilizada como medicamento de primeiro socorros. Aplicada em ferimentos nas batalhas, acelerava em muito o processo de cicatrização. Existem também registros da Aloe sendo utilizada como medicamento na frota de Cristóvão Colombo e em outras das Grandes Navegações. A Aloe é tida pelos historiadores como sendo o grande segredo de beleza de Cleópatra, lendária musa do Egito Antigo que encantava a todos por sua pele radiante.
A Aloe Vera, assim como outras plantas pertencentes à família das suculentas, é capaz de sobreviver em climas áridos e desérticos por ter desenvolvido uma engenhosa técnica de armazenamento de água. Ela atua como um reservatório vivo do precioso líquido. Contudo, o líquido armazenado por estas plantas é mais do que simples água, mas de fato um gel composto de gliconutrientes de cadeia longa, denominados polissacarídeos.
É este gel o tesouro da Aloe. Nele estão contidas incontáveis propriedades medicinais. Este gel tem em sua composição determinados compostos que atuam fornecendo à planta uma rápida capacidade de cicatrização e regeneração, pois quando qualquer ruptura ou corte de sua folha acontece o gel sela quase que instantaneamente o ferimento para evitar que a umidade de seu interior seja evaporada e toda a planta se desidrate. Este mesmo atributo de cicatrização e regeneração acelerada é transmitido àqueles que fazem uso do gel, tanto interno quanto tópico, no tratamento de úlceras ou cortes de todos os tipos.
O conteúdo de polissacarídeos presente no gel tem forte propriedade antiviral, bactericida e fungicida, que atua protegendo o conteúdo de seu gel densamente nutritivo e hidratante dos sedentos micro predadores do deserto.
Além de conter água e propriedades regenerativas, este gel é composto de centenas de fito químicos que concedem notáveis efeitos medicinais aos humanos que o ingerem. Muitos especialistas afirmam que cerca de 60% dos princípios ativos sintéticos encontrados nos medicamentos sintéticos de farmácia encontram-se em versão orgânica e superior no gel da Aloe. Por este motivo, diversas empresas ao redor do mundo se empenharam em criar linhas de produtos como o suco de Aloe Vera. O efeito da folha na prevenção e tratamento de sintomas diversos é potente, real e cientificamente comprovado por centenas de estudos. 
O que há no gel da Aloe Vera:
  • Água
  • 20 minerais
  • 12 vitaminas
  • 18 aminoácidos
  • 200 componentes vegetais ativos (fito nutrientes), incluindo:
    • Enzimas
    • Terpenos ( um fito nutriente que reduz o açúcar no sangue)
    • Gliconutrientes e Glicoproteinas
    • Polissacarídeos, incluindo:
      • Acemannan,
      • Mannose-6-fosfato
      • Polimannans
  • Glicosídeos Fenólicos, como o Dihydrocoumarins 

Estudos e benefícios comprovados

Atualmente suas propriedades mais conhecidas são as cosméticas, seja na pele ou nos cabelos, atuando como bactericida, cicatrizante e como um hidratante de alta capacidade que ajuda a rejuvenescer tecidos lesionados por queimaduras. Ela também cria um filme protetor que ajuda o organismo a reter mais água e se manter bem hidratado, mesmo sob o calor do Sol escaldante no deserto. Ou seja, a Aloe é excelente para se passar na pele antes de se expor ao sol, pois além de proteger contra a desidratação, atua como um protetor contra queimaduras que é livre de químicos artificiais.
Existem ainda outros fatores altamente benéficos que ainda são pouco conhecidos pela maioria da população. Listamos a seguir alguns deles, em conjunto com links de estudos científicos para referência.
Uma vez que não há dinheiro ou lucro nas pesquisas que envolvem a Aloe Vera (ela é uma planta, não um composto que pode ser patenteado e comercializado), seus grandes e múltiplos benefícios permanecerão ocultos aos olhos da ciência tradicional. Muitos dos impressionantes efeitos e funcionalidades das ervas ainda não foram estudados, justamente devido a este simples motivo: não há lucro que motive o patrocínio e suporte a estes estudos. Portanto, não fique esperando que os cientistas resolvam “provar” que a Aloe Vera tenha todos estes benefícios. Ao invés disto, experimente por você mesmo e comprove-os.

Redução de processos inflamatórios no organismo:

Usar Aloe topicamente é uma maneira bem conhecida de reduzir a inflamação nas juntas, reduzindo as dores da artrite. Entretanto, a Aloe também pode ser utilizada internamente, reduzindo a inflamação ao longo do corpo, de dentro para fora. É comum às pessoas que ingerem Aloe por pelo menos duas semanas uma significativa redução de seus sintomas de inflamação.
Para uma lista de estudos e referências, visite o link (em inglês):

Estabilização da glicemia sanguínea em diabéticos:

Pacientes diabéticos que consumiram Aloe Vera por três meses apresentaram uma queda significativa em picos elevados de açúcar no sangue. Eles também exibiram diminuição dos níveis de colesterol e considerável melhora nos níveis totais de colesterol. Vários estudos clínicos publicados demonstraram diversas propriedades na Aloe que favorecem os diabéticos.
Diabéticos também podem se beneficiar em grande medida do melhoramento da qualidade do sangue proporcionado pela Aloe (veja a seguir). Uma vez que Aloe deixa o sangue mais fluido, melhorando a circulação até as extremidades corporais, os diabéticos que sofrem de neuropatia periférica (mãos e pés que necrosam por falta de circulação) podem se beneficiar muito deste efeito da Aloe.
Para uma lista de estudos e referências, visite o link (em inglês):

Equilíbrio do Colesterol e Triglicérides

Quando utilizado internamente, o gela da Aloe melhora a qualidade do sangue e ajuda no reequilíbrio de sua bioquímica de tal maneira que reduz o alto índice de colesterol ruim e triglicérides em pessoas que os apresentam. Aloe (em doses generosas), em conjunção com outros alimentos e ervas naturais, são uma alternativa bem mais segura e econômica do que o uso de drogas estatinas, que já demonstraram diversos efeitos colaterais nocivos, tais como reduzir as reservas da enzima CoQ10 do organismo.

Tratamento de úlceras, síndrome do intestino irritável, doenças de Chron e doenças celíacas

Os polissacarídeos da planta tem efeito regenerativo em numerosas desordens digestivas. Numa curta pesquisa pela Internet você pode encontrar uma vasta quantidade de depoimentos e testemunhos sobre a Aloe Vera curando estas e outras enfermidades do trato digestivo. Esta é uma das mais bem conhecidas aplicações do gel.
A Aloe não é uma cura “mágica” , nem seu efeito é instantâneo. Para reverter os sintomas se faz necessário a utilização regular por várias semanas ou mesmo meses. Ainda assim, muitas pessoas relatam melhora dos sintomas dentro do período de 3 a 30 dias, dependendo da condição.

Contém alto teor de Acemannan, um fortalecedor imunológico natural 

Acemannan estimula a movimentação dos órgãos digestivos e contribui para a eliminação, pelo intestino grosso, de proteínas estranhas, causadora de alergias. Acemannan tem efeito direto sobre as células do sistema imunológico. Ativa e estimula macrófagos, monócitos, anticorpos e também linfócitos T (células cujo papel é aumentar a resistência imunológica do organismo).

Aloe fortalece a imunologia e destrói tumores cancerígenos

Pesquisas científicas como o estudo publicado na International Immunophamacology (1995), mostram que os polissacarídeos presentes em seu gel possuem uma elevada capacidade de fortalecer a imunologia, especialmente os leucócitos Natural Killer, especialistas na destruição de tumores cancerígenos.
Qualquer um que deseja prevenir ou curar-se de câncer deveria seriamente investigar a Aloe Vera como parte de sua receita para eliminar esta doença de sua vida. Não é preciso se restringir a Aloe, uma vez que existem dezenas de ferramentas para curar o câncer que são bem conhecidas na medicina naturopática. Combinando as ervas certas (como a unha de gato), Super Alimentos (como Spirulina) e trabalhando com terapias avançadas em diversas modalidades (como vitamina C intravenosa e oxigenação do Sangue) é possível obter resultados muito positivos. Procure um naturopata qualificado para saber mais detalhes.
Para uma lista de estudos e referências, visite o link (em inglês):http://scholar.google.com/scholar?hl=en&lr=&q=aloe+vera+tumors

Aloe Vera: a evolução do kit de primeiros socorros

Sabe aquele seu kit de primeiros socorros que contém aqueles sprays de químicos e substâncias tóxicas (anti-sépticos, loções, bandagens, etc.)? Pois é, ele se tornará obsoleto no instante em que você terminar de ler este artigo.
Aloe Vera é um potente e natural anti-séptico, que já nos é entregue pronto para utilizar pela Natureza. Afinal, a composição de seu gel é elaborada com uma eficaz propriedade antiviral, bactericida e fungicida para a própria sobrevivência da planta no deserto. Se assim não fosse, qualquer arranhão ou pequeno corte deixaria o conteúdo nutritivo da planta disponível para que bactérias e invasores diversos se banqueteassem às suas custas.
Ao aplicar pequenos pedacinhos dentro de cortes e feridas elas cicatrizam se deixar qualquer marca ou cicatriz! Conforme o gel vai secando, ele vai se contraindo e “puxando” a pele, fechando o ferimento e ao mesmo tempo deixando-o completamente livre e bactérias nocivas que possam infeccionar a lesão. Some estes benefícios ao fato do gel ser densamente nutritivo para a pele, fornecendo todos os nutrientes para sua regeneração.
Pode também ser perfeitamente utilizado em animais, poupando-os também da exposição a muitos químicos nocivos e efeitos colaterais presentes em medicamentos veterinários. Sem dúvida é preferível que estes lambam um gel natural do que um conjunto de químicos artificiais.
Entretanto, vale ressaltar que isto não implica dizer que a Aloe pode substituir uma sala de emergências de um pronto-socorro. Caso você corte o dedo fora em um acidente, por exemplo, não imagine que a Aloe irá milagrosamente juntá-lo de volta. Mas antes de você chegar à sala de emergência, o gel da Aloe Vera pode proteger seu ferimento de infecções e proporcionar um estágio mais acelerado de recuperação do ferimento.
Aloe é tão versátil que lé recomendável carregar uma folha consigo em excursões pela Natureza. É um kit de primeiros socorros portátil. Seu gel trata cortes, arranhões, queimaduras, mordidas, furos, rasgos e até mesmo raladuras. E, caso esteja morrendo de sede, você pode comer o gel e hidratar-se.

Aloe Vera como um conservante natural de alimentos

Imagine a possibilidade de eliminar da alimentação toda aquela imensurável quantidade de conservantes químicos que intoxica e degrada o corpo. Ou a possibilidade de substituir todas estas substâncias tóxicas por um conservante natural, que além de conservar seu alimento proporciona saúde e vitalidade para seu organismo. Pois bem, basta uma fina camada do gel de Aloe Vera e este sonho torna-se uma realidade.
Pesquisas conduzidas por Daniel Valero, Ph.D daUniversidade Miguel Hermánez, em Alicante, Espanha, mostram que uma fina camada do gel de Aloe Vera é extremamente eficiente em preservar e conservar alimentos. Para o experimento, eles mergulharam uvas no gel da Aloe Vera e guardaram-nas em ambiente refrigerado. As uvas que não receberam o tratamento estragaram em sete dias, mas as uvas que foram previamente cobertas com gel de Aloe Vera permaneceram frescas e saborosas por 35 dias!
Você mesmo pode mergulhar frutas e verduras no gel. Maçãs, pepinos, abobrinhas, tomates, pêssegos, batatas, uvas e muitos outros itens podem ser preservados desta forma.

Aumenta a expectativa de vida e longevidade

Um estudo com ratos de laboratório demonstrou que Aloe Vera aumenta a expectativa de vida em 10%. O resumo deste estudo revela o seguinte:
O consumo de Aloe, tanto crua quanto processada, mostrou em um aumento (10%) no tempo de vida e diminuiu a taxa de mortalidade em 50%. Foram também constatados efeitos benéficos com o consumo de Aloe em relação a doenças relacionadas ao envelhecimento: os Grupos 2 e 3 mostraram uma menor incidência de trombose atrial em comparação ao Grupo 1. Mais que isso, o Grupo 2 mostrou uma significante taxa reduzida de nefropatia (doença dos rins) grave e a ocorrência de múltiplas causas de morte comparados com o grupo controlado. Todos os grupos que ingeriram Aloe mostraram considerável redução na incidência de leucemia fatal. Mais ainda, não foram encontrados e relatados quaisquer efeitos colaterais e adversos decorrentes da ingestão de Aloe Vera.

Fim dos desconfortos do refluxo

Tudo o que é necessário para tratar refluxo sem medicamentos é o uso regular de Aloe Vera. Os sintomas desaparecem em poucos dias. Mas claro, de nada adianta tomar o gel e se empanturrar de frituras e comidas industrializadas.

Tratamento de queimaduras por radiação em tratamentos de câncer

Para as vítimas de tratamento de câncer que estão passando pelo tratamento pelo agressivo tratamento de radioterapia aplicar topicamente Aloe Vera na região irradiada irá acelerar o processo de cura das queimaduras raioativas. Consumir Aloe Vera internamente também é um ótimo meio de ajudar as queimaduras internas. Mas é óbvio que é muito mais preferível, e uma decisão mais inteligente, em evitar tais radiações em primeiro lugar. Este tipo de procedimento deveria ser utilizado apenas em último caso, após esgotadas todas as possibilidades menos destrutivas para a saúde do corpo.
Veja o parágrafo a seguir, extraído de um estudo (que você encontra na íntegra clicando aqui):
Os efeitos radio modificadores do extrato da folha da Aloe Vera foram observados em testes feitos em ratos albinos suíços, com doses entre 50 e 100mg/kg. Este extrato era atóxico quando injetado até 800mg/kg, e foram relatadas significativas melhoras no tempo de sobrevivênciaem exposição à radiação. Além disso, o tratamento reduziu os danos causados pela radiação nas células sexuais e a perda de peso corporal.

Tratamento de doenças na gengiva

Quer um jeito simples e efetivo de curar seus problemas de gengiva? É muito fácil: coloque um pouco do gel da Aloe Vera em sua escova antes de escovar os dentes. Aloe Vera cicatriza a gengiva e elimina suas doenças.
Uma deficiência em vitamina D também pode acarretar em problemas na gengiva. Combinando a exposição ao sol com o gel da Aloe Vera você pode experimentar bons resultados em pouco tempo.

Redução em derrames e ataques cardíacos

Ao melhorarmos a qualidade da fluidez do sangue os riscos de manifestação de derrame ou enfarto diminuem significativamente. A Aloe impede que as células se coagulem, o que é umas das grandes causas dos derrames.
A Aloe Vera, consegue fazer com que as células desgrudem umas das outras, tornando o sangue fluido novamente e permitindo assim que o oxigênio e os nutrientes possam novamente chegar a todos os órgãos e células.

Aloe Vera: Guia de Fotos que ensinam passo a passo a extração do Gel

(por Mike Adams)
É simples e fácil a extração do gel da folha da Aloe Vera, que pode ser tranquilamente cultivada no quintal de sua casa, ou mesmo em um vaso, caso você more em uma casa pequena ou apartamento. Desta forma você terá sempre a mão uma das mais magníficas ervas medicinais. É um grande privilégio poder colher e consumi-la fresca.
Lembrando que existem dezenas de variedades de Aloe, a que buscamos é a Aloe Barbadensis, que você pode reconhecer nas fotos como a variedade que tem folhas lisas e suculentas. Você pode encontrar estas folhas à venda em lojas de ervas ou em barracas de feira de rua.
Eis o passo a passo de como retirar o gel de suas folhas. Com a prática você leva poucos segundos para executar o processo que deve idealmente fazer parte de sua rotina diária de hábitos saudáveis. Que você possa sentir e desfrutar das bênçãos desta princesa em sua qualidade de vida.

1º Passo:
Escolha a folha que estiver mais abaixo de todas e, puxando-a com cuidado, remova-a da planta. Esta é normalmente grande, grossa e bem verde. Lembre-se sempre de agradecer à planta e à Natureza por lhe proporcionar saúde e vitalidade radiantes através deste nutritivo presente. Gratidão é, de acordo com os monges de diversas tradições, o mais elevado sentimento possível ao ser humano.
Quanto mais grossa a folha, mais gel você obterá. Uma folha saudável tem o tamanho de um antebraço, aproximadamente. Respeite a planta que lhe fornece sua folha e nutrição, deixando o suficiente para que ela sobreviva e possa prosperar. Nunca destrua uma planta de Aloe Vera. Deixe as pequenas folhas do miolo vivas para que a planta possa continuar a se desenvolver. Depois de algum tempo você poderá colher mais de sua generosidade.
Após cortar a folha, começará a escorrer no local do corte uma resina amarela que depois se torna vermelha escura. Deixe a folha na vertical e espere alguns segundos até que toda esta resina saia. Não se preocupe com a perda de gel, pois apenas a resina escorrerá. Todo o gel permanecerá intacto na folha.
Note a bela e grossa camada de gel nesta folha de Aloe Vera: é este gel em que estamos interessados em utilizar. O método que mostraremos aqui consiste em tirar com uma faca a parte verde e a resina da folha, restando apenas o gel.
É exatamente neste gel viscoso que estão contidos todos aqueles benefícios e que estamos interessados em obter. Já a resina vermelha escura (Alantoína), presente na parte verde da folha, não é aconselhável para a utilização interna, pois age de maneira muito intensa no organismo.
Assim, enquanto o gel suaviza e regenera todo o trato digestivo, cura doenças como azias, constipações, Doença de Crohn e outras desordens digestivas; a resina vermelha, quando consumida, causa irritação e diarréia.
Utilize o gel em uma nutritiva e deliciosa bebida matinal e deixe a parte verde que restar para utilização como loção hidratante para pele e cabelos. Este é um cosmético integralmente ecológico!
Aqui foi cortada uma seção da folha para mostrar mais nitidamente a transparência do gel da Aloe Vera.
O gel da Aloe Vera é constituído de 96% pura água! Esta água é retida por uma magnífica matriz de complexos polissacarídeos, composta por mais de 200 fito nutrientes. São destes polissacarídeos e gliconutrientes que todas as propriedades medicinais da Aloe são originados. É o que nos interessa.
Um maravilhoso close da folha da Aloe Vera. Podemos ver claramente a textura do gel e da casca.
O que é impossível de observar nesta e em qualquer outra foto são os esplêndidos e numerosos elementos nutritivos e medicinais!
Observe neste outro closeup os pontinhos vermelhos escuros entre o gel e a pele da folha da Aloe Vera. Estes pontinhos representam o sistema circulatório da planta e é nele que se encontram a resina amarelada mencionada anteriormente. Enquanto estes pontinhos são o sistema circulatório, o gel representa o sistema de armazenamento de água da Aloe.
Todos os diferentes tipos de Aloe Vera são naturalmente bactericidas e possuem habilidade regenerativa. Se a planta sofrer algum corte, ele estará cicatrizado em questão de horas!
Estas impressionantes propriedades são transmitidas para aqueles que consumirem seu gel. Aloe Vera é bactericida, fungicida, e anti-viral.
2º Passo
Coloque a folha sobre uma tábua de cortar alimentos. Utilize, se possível, uma faca de serra com lâmina flexível.
Como benefício extra, ao manejar a Aloe Vera sobre a sua tábua de alimentos, você também irá cobri-la com uma maravilhosa camada de gel natural bactericida e fungicida!
3º Passo
Primeiro corte o meio da parte côncava da folha, segurando a faca paralelamente à tabua de cortar, tentando cortar o mínimo de gel possível. Comece este corte da base da folha, a parte mais grossa, até a ponta da folha, a parte mais fina.
Feito o corte, a folha ficará parecida com a figura acima. O gel ficará exposto na parte do topo da folha
4º Passo
Agora corte as duas partes restantes na folha da Aloe. Segure a faca formando um ângulo de 45º com a tábua, aproximadamente, e corte uma parte por vez, sempre da parte mais grossa para a parte mais fina.
Feito isso, toda a casca de um lado da folha terá sido removida, conforme a ilustração acima. Resta somente a parte de baixo.
5º Passo
Segure a faca paralela à tabua de cortar e gentilmente corte o gel da casca que está abaixo dele. Como a casca debaixo é levemente côncava, você pode pressionar levemente a folha contra a tábua para facilitar o corte.
Tenha a certeza de ter retirado toda a casca do gel, pois não é aconselhável ingerir esta camada verde, ou a resina amarelada – esta pode afetar sua flora intestinal, causar alergias ou até manchar as mucosas do intestino.
Note que o gel foi completamente separado da casca da Aloe Vera. (Observe atentamente a figura acima: o gel é praticamente transparente.)
 
6º Passo
Agora você pode pegar o gel, que lembra um pedaço grande de gelatina. Isto é o que você irá comer. Se quiser, coma um pedaço do gel como está! O gosto é levemente amargo, mas quando adicionado e batido com sua bebida, ele praticamente não terá gosto.
Este gel também pode ser usado quando sofrer algum corte ou ferimento, para prevenir infecções e acelerar a cicatrização. Você pode até colocar pedacinhos dentro do ferimento, em casos mais graves, para auxiliar o tratamento posterior em uma sala de emergências. É perfeito para cortes, arranhões, queimaduras.
Outra imagem mostrando o gel retirado e separado da pele da folha da Aloe Vera. Isto sim é pura medicina, fornecida generosa e gratuitamente pela Mãe Natureza!

Como Utilizar?

O gel da Aloe Vera, quando extraído adequadamente, praticamente não tem gosto e portanto soma-se bem a qualquer suco ou bebida que você prepare no liquidificador.
 
Cultive suculentas folhas de Aloe frescas em seu jardim, da espécie Barbadensis (a folha mais espessa), mostrada em todas as fotos.
Para fazer uso desta planta, descasque-a com a ajuda de uma faca e jogue um pedaço do gel dentro do copo de liquidificador. Na seqüência, acrescente sua fruta ou suco preferido (pode ser suco verde, leite de castanhas….) e processe por alguns instantes. Saúde!
Observações
Caso você nunca tenha consumido Aloe antes, tenha a precaução de começar com pequenas porções. Reações alérgicas a Aloe Vera são muito raras, porém cautela é sempre recomendável.

http://www.luminariasiluminare.com.br/
http://iluminareluminariascontemplativas.blogspot.com.br


Seguidores