domingo, 15 de setembro de 2013

Cristais que guardam 1 milhão a mais de dados


Novos Cristais
Estes cristais poderiam armazenar até 1 exabyte em um cartão SD
Cientistas da Flórida descobriram um material que é capaz de armazenar entre mil e um milhão de vezes mais dados que as atuais memórias. Esta capacidade de guardar informação não tem precedentes e em um breve período poderíamos estar falando de chips de memória de 1 Exabyte -petabyte  seria coisa para fracos-. Espetacular avanço que levará à informática a cotas nunca vistas. A singularidade tecnológica bate à porta.

Na Universidade da Flórida estão trabalhando com exóticos materiais que serão capazes de armazenar uma quantidade de informação nunca vista até agora. Os responsáveis pelo estudo dizem que se trata de cristais muito particulares que funcionam de uma maneira determinada no âmbito químico, de tal modo que os cristais já possuem uma estrutura especial a nível nanométrico que lhes permite guardar os dados de forma inerente. Normalmente os chips são fabricados pensando em interpor camadas de material que se possa interpretar como valores armazenados, mas estes estranhos cristais o fazem de modo natural graças a suas particulares estruturas atômicas.

Naresh S. Dalal, o especialista em bioquímica encarregado da pesquisa, diz que são materiais multiferróicos e isso quer dizer que são ao mesmo tempo ferromagnéticos e ferroelétricos, dependendo da temperatura a que sejam submetidos.

- "Normalmente, estas duas propriedades são mutuamente excludentes", disse Dalal. "A maioria dos materiais são ferromagnéticos ou ferroelétricos e são baseados no número de elétrons na camada eletrônica exterior do íon. Portanto, a busca de quatro materiais multiferróicos ao mesmo tempo é cientificamente significativo e abre numerosas portas em termos de aplicações potenciais."

Em teoria com esses quatro cristais seria possível desenhar chips bem menores e bem mais capazes quanto ao armazenamento de dados. Da ordem de um milhão de vezes. Enquanto um cartão SD atual guarda 1 Gigabyte, um dispositivo do mesmo tamanho feito com estes materiais poderia guardar até 1 exabyte. A má notícia é que, por enquanto, esses exóticos cristais precisam ser submetidos a 150 graus abaixo zero para funcionar com essas capacidades. Mas os cientistas continuam estudando e pesquisando ver se encontram materiais similares a temperatura ambiente.


Leia mais: http://www.ndig.com.br/item/2010/03/cristais-que-guardam-1-milho-a-mais-de-dados#ixzz2f0gf6OD2




Nenhum comentário:

Seguidores