terça-feira, 1 de outubro de 2013

A importância do café da manhã



Para quem não tem o hábito de tomar café da manhã, qualquer motivo basta para justificar o descompromisso: falta de fome ao acordar, falta de tempo, preguiça e muitas outras desculpas. O que muita gente não sabe é que a primeira refeição do dia ajuda crianças e adultos a terem uma vida mais saudável, com melhor desempenho intelectual e melhor desenvolvimento no trabalho ou na escola.
O título é mais que merecido, uma vez que, no período matutino, você está há oito horas sem se alimentar.
 Entre a última refeição do dia e a primeira (café da manhã), há um longo período de jejum. Durante o sono, o organismo continua trabalhando, em um ritmo menor, para manter as funções básicas como respirar, o funcionamento cardíaco, circulação, entre outros. Todas essas funções precisam de energia para serem realizadas.  
Pela manhã, ao acordar, é necessário fornecer energia para que sejam realizadas as tarefas do dia. Isso significa, que o café da manhã fornecerá, entre outros nutrientes, carboidratos para que possam ser realizados os trabalhos rotineiros,influindo no rendimento diário.Para quem deseja emagrecer, é bom ficar atento! Realizar o café da manhã está associado à diminuição da fome nas refeições seguintes o que reduz o risco de comer excessivamente no meio do dia. Além disso, pessoas que costumam fazer o desjejum logo que acordam têm mais chances de manter ou controlar o peso. 
Em resumo, o café da manhã é ideal para:
 •Repor energia e nutrientes como vitaminas e minerais;
•Aumentar o desempenho intelectual e a atenção;
•Favorecer o desenvolvimento infantil;
•Estimular hábitos alimentares saudáveis e equilibrar o plano alimentar.
 Um café da manhã nutritivo é composto dos três grupos de alimentos fundamentais para o nosso organismo: 
•Leite, iogurtes e queijos: principais fontes de cálcio, importantes para o tecido ósseo e ricos em proteínas;
•Cereais, pães e biscoitos: fontes de carboidratos e energia. Os integrais também levam grande quantidade de vitaminas e fibras, que atuam no bom funcionamento do intestino.
•Frutas (em suco ou in natura): ricas em vitaminas, minerais e fibras, elas favorecem o bom funcionamento dos intestinos.
Estudos experimentais publicados sobre os efeitos de um jejum prolongado (por uma noite e uma manhã) no processo de atenção e memória de crianças de 9 a 11 anos de idade mostram:
Menor estímulo de diferenciação,
Diminuição da fluência verbal,
Diminuição da atenção,
Alteração no processo de informações,
Aumento de erros; e,
Diminuição da memória.
Valorize mais essa refeição e garanta bem-estar e muito pique!

f

Nenhum comentário:

Seguidores