sábado, 18 de janeiro de 2014

Semente de linhaça é absorvida pelo organismo?

ISTOCKPHOTO/THINKSTOCK
Entre os alimentos considerados funcionais, a semente de linhaça é um dos mais famosos e ricos em benefícios. No entanto, se ela for consumida da maneira incorreta, o corpo não será capaz de absorver todos os nutrientes presentes em sua composição. 
Benefícios da semente de linhaça 
Segundo a nutricionista Julia Mello, as propriedades da linhaça ajudam a manter o corpo bonito e saudável. “A linhaça auxilia indiretamente no processo de emagrecimento, pois é rica em fibras que, durante a digestão, se transformam em uma espécie de gel, responsável pelo bom funcionamento do intestino e aumento da sensação de saciedade”, explica a profissional. 
Além disso, a semente é uma grande aliada na prevenção e controle de doenças cardiovasculares, graças à presença de fibras e ômega 3. “A linhaça previne a hipertensão arterial, pois quando chega na corrente sanguínea, atua na quebra do LDL, mais conhecido como colesterol ruim. Isso evita a deposição de gordura e formação de placas nos vasos sanguíneos, responsáveis pelo aumento da pressão”, complementa. 

Como consumir semente de linhaça 











A nutricionista explica que consumir a semente inteira não é a melhor alternativa para quem quer aproveitar todos os seus benefícios. “A semente de linhaça tem uma capa, formada por celulose, que impede a liberação dos nutrientes durante a digestão. Para que as fibras e ômega 3 cheguem à corrente sanguínea, é preciso romper essa capinha”, orienta a especialista. 
Por isso, a melhor forma de consumir linhaça é triturada, em forma de farinha. Se possível, é mais indicado comprar as sementes e triturar na hora de comer, para garantir a integridade dos nutrientes. No entanto, comprar a farinha pronta não representa um problema, já que o alimento contém pouca água em sua composição e, por isso, não fica tão suscetível ao processo de oxidação.  

Nenhum comentário:

Seguidores