segunda-feira, 31 de março de 2014

Eclipse – 15 de Abril de 2014


Este é o nosso primeiro eclipse deste ano e precisamos observar com atenção tudo o que ele pode trazer (ou não) para nós  em termos de benefícios. Trabalhar os Eclipses na própria psique tem sido uma necessidade e um desafio para muitas pessoas no caminho do autoconhecimento. EsteEclipse Total da Lua em Libra, se dará em 15 de Abril de 2014, as 04:43 (visto daqui de PoA\RS ).  Lembrando sempre que, todo eclipse é uma lunação, mas nem toda a lunação é um eclipse. Ou seja, é preciso que os Nodos Lunares estejam em conjunção com a Lunação que estiver ocorrendo.
Afinal, qual a importância de um eclipse?  Tanto em nível psíquico pessoal como coletivo, um eclipse tem sua influência. Este afetará o mapa de nascimento se estiver em contato com algum planeta, assim como num Mapa Horário – que os antigos astrólogos medievais usavam para fazer as predições para uma nação.  O importante de se observar, são as casas envolvidas e mais especialmente as questões relacionadas aos planetas envolvidos. O efeito, ou energia gerada por um eclipse tem duração mais ou menos seis meses após o eclipse, são períodos de especial tensão  entre os hemisférios solar e lunar. São janelas poderosas para a realização de trabalhos de cura e de reorganização interior para o ser humano. 

A chave para se trabalhar com um Eclipse Lunar é tornar-se translúcido! É deixar-se penetrar pela luz de forma consciente e trabalhar para desintegrar, amolecer e transformar os pontos negativos indicados neste fenômeno astro-psíquico.  Após o ocorrido (após a fase lunar cheia), iniciará a fase lunar minguante, onde se dará o melhor momento para avaliarmos e completarmos o trabalho já iniciado – visto que, a Lua nos ajuda a manter o equilíbrio emocional.
A Lua Cheia é espiritualmente poderosa, ela nos brinda com a percepção intuitiva, se a aproveitarmos para meditar, devemos levar em conta a disposição dos quatro elementos no momento do eclipse. Este eclipse terá os elementos Fogo e Água em equilíbrio e maior pontuação que o Ar e a Terra. O que nos trará maior intuição se nosso coração se mantiver tranquilo e nossa atenção completamente desperta. Simbolicamente indica a Estrela de seis pontas, significando “O Fogo da Água e  a Água do Fogo” evocando as presenças dos Arcanjos Miguel e Gabriel.
Neste eclipse, teremos a Lua Cheia em Libra atravessando o eixo da casa VII,  opondo-se ao Sol em Áries na casa I. O que isso nos mostra é que há um conflito de interesses, seja do Ego pessoal, instituição ou algo que afirma uma individualidade, opondo-se aos interesses do outro (seja ele, sócio, parceiro ou aliado).  Este eclipse nos pede cooperação e mutuo apoio se quisermos um resultado positivo. Devemos trabalhar as frustrações  e humores e nos reconectarmos com o arquétipo materno positivo que está dentro de nós se quisermos curar certas feridas que carregamos.
O Sol está em Áries mas a casa I está sob influência de Peixes, que nos pede algum tipo de sacrifício da vontade pessoal para atendermos as necessidades do “outro”, seja qual for. Pois temos de trabalhar o egoísmo, a vontade própria e a visão estreita que temos do mundo. Porém não basta a boa vontade, tem der ser uma vontade consciente, lúcida! Temos de fazer esse trabalho de livre escolha, caso contrário, se nos abandonarmos às águas do Caos corremos o perigo de perder-nos  na desintegração por diluição ou tornarmo-nos inflexíveis e afundarmos.
O Equilíbrio é dado pela casa VII sob a influência de Virgem (onde está a Lua, porém em Libra); que nos pede discernimento para seremos justos com os outros.  As energias de Libra nos darão forças para escolhermos conscientemente.  Ser imparcial é a chave, se houver inclinação por uma das extremidades não se estará sendo justo.   Para discernir em todos os momentos, devemos nos questionar: “Por que estou fazendo isso?”, “Por que penso desta maneira?” etc… Observe bem “quem” faz as escolhas.  Elas são conscientes ?
” Conduz-nos, ó Senhor, do irreal para o real.. a fim de alimentar em nós as sementes da escolha certa”. 
Temos ainda,  De um lado temos o impulso  de coragem de buscar as próprias verdades por si mesmos e as descobertas que nos fazem conscientes de nós mesmos, de aumento do nosso magnetismo e campo áurico; e do outro, a busca pelo casamento interior, da reconexão consigo próprio, pela decisão e ação  de trabalhar a questão da necessidade (por vezes inconsciente) de buscar o valor próprio medido pelos olhos dos outros. Ou seja, devemos trabalhar a nossa auto-imagem negativa e o orgulho auto-suficiente.
Por fim, temos Plutão em Capricórnio na casa X em Oposição à Júpiter em Câncer na casa IV.  Esse aspecto de verticalidade é muito importante nos pontos de transformação deste eclipse. Evoca a necessidade de melhorar , de evoluir trazendo à tona seus tesouros interiores – ética universal, e promovendo uma mudança de vida. É preciso se desfazer da vontade de controlar e dominar o que está no entorno de si e desprender-se emocionalmente.  Respirar profunda e lentamente, deixando o coração aberto ao Divino que existe além de nós e em nós. Deixarmos a fé nos guiar ao nosso interior.  Ter respeito e amor aos nosso familiares e perdoá-los por tudo e qualquer coisa que nos tenham feito … errar é humano, perdoar é divino.
OBS: É muito importante lembrarmos que este eclipse se dará na semana Santa, o que nos remete à pedirmos auxílio direto ao Filho de Deus, Cristo.
Que nossas meditações, reflexões e orações sejam prósperas e que possamos todos juntos, cada qual em sua filosofia de vida, credo ou religião, abrirmos mais um ponto de luz, contrapondo-nos à todo tipo de intolerância, violência e ressentimentos nesse mundo . Para a glória do Criador!  

http://www.cruxaustralis.com.br

Nenhum comentário:

Seguidores